+55 11 3198 6122 Bandeira Brasil     +351 308 813 019 Bandeira Portugal
Espanha Reino Unido
Banner image

Diferenças do marketing digital brasileiro e português constroem novas trajetórias para os dois mercados

  • Blog
  • Blog detalhes

O marketing digital está em constante crescimento no Brasil. Tempestades políticas e econômicas à parte, dos primeiros passos em 2009 até hoje, o marketing digital tornou-se o foco principal dos investimentos em publicidade e divulgação de grande parte das empresas brasileiras, uma evolução considerada incrivelmente rápida se comparada a outros países.

Apesar de não crescer com a mesma velocidade, o mercado Português está atento e também apresenta curva ascendente. No entanto, Brasil e Portugal apresentam diferenças nas suas atuações no ambiente digital que precisam ser analisadas tanto pelos profissionais da área como pelos empresários dos dois países.

Para analisar o tema com mais profundidade, Augusto Afonso, CEO e fundador da Agência Influência, enumerou alguns tópicos o que considera mais importante para quem deseja trilhar caminho semelhante ou conhecer um pouco mais sobre essa realidade. Confira.

1 – No Brasil, os investimentos em publicidade online já representam um terço do total do setor. Os investimentos em mídias digitais ainda devem crescer 12% ao ano até 2021, de acordo com estudos do  IAB Brasil – Interactive  Advertising Bureau.  O Brasil tem  um mercado aquecido e os profissionais estão se especializando com muita velocidade.

2 – O nível de conectividade da população brasileira é altíssimo. As pessoas estão muito mais reféns da tecnologia. Em Portugal, ao contrário, conectividade é mais um complemento para ajudar no dia a dia. Não é uma necessidade vital como no Brasil.

3 – A maior e mais relevante diferença entre os dois países é o tamanho do mercado. O Brasil possui 200 milhões de habitantes e, portanto, qualquer ação no ambiente digital impacta muito mais pessoas. Portugal é um país territorialmente muito pequeno e com um mercado infinitamente menor. As empresas tem uma cultura bem menos conectada.

4 – Em Portugal ainda é difícil evangelizar o mercado nas questões digitais. Os empresários portugueses mais jovens, ou filhos de empresários das “antigas” já entendem a necessidade de estar no digital. Mas ainda estão a dar os primeiros passos. De forma geral, os empresários portugueses ainda não tem a real dimensão do marketing digital e como podem ganhar dinheiro com isso.

5- Existe uma realidade comum a ser enfrentada nos dois países: pessoas que tem mais facilidades com tecnologia costumam vender uma expertise pessoal como se fosse profissional, ou seja, confundem os clientes. Não dispõem de estratégias e objetivos comerciais definidos, usam de pouca criatividade e baixo nível de conteúdos. Isso acaba por comprometer, de certa forma, os profissionais e as agências que trabalham de maneira estruturada.

6 – Portugal entende o marketing como despesa e sempre que a crise vem, os cortes com comunicação, seja online ou offline são os primeiros da lista. Mas isso não é premissa portuguesa.  No Brasil existem muitos empresários pensando da mesma forma.

7 – Quando o assunto é marketing digital, as diferenças culturais aparecem de modo significativo. A principal delas: os portugueses são muito mais resistentes e desconfiados que os brasileiros. Não gostam de arriscar tanto e possuem um raciocínio empresarial a curtíssimo prazo.

8 – Os portugueses (e muitos brasileiros também) querem resultados significativos já nos primeiros três meses. Não levam em consideração o período de maturação das campanhas e ainda não entendem as métricas de crescimento, bem como   o tempo necessário para colher os resultados.

9 – Outro fato que precisa ser ressaltado: o Brasil já entendeu a importância da criação de conteúdo para ganhar engajamento nos meios digitais (Blog, Vídeos e etc). Em Portugal, o investimento ainda é baixo nessas áreas. As campanhas para redes sociais são pensadas como outdoor e funcionam como uma espécie de panfletagem online. Não levam em conta os três grandes pilares dos conteúdos digitais que são ensinar, resolver problemas ou divertir.

10 –  O Google Portugal recebe uma grande influência dos conteúdos produzidos no Brasil. Nota-se que os portugueses acabam estudando e absorvendo mais os materiais brasileiros do que deles próprios em função da grande diversidade de conteúdo criado por produtores brasileiros no idioma português.

11 – Para finalizar é bom deixar claro: existe uma grande vantagem de Portugal sobre o Brasil: o Marketing Internacional. Em Portugal, um país pequeno, as grandes empresas sempre pensam o mercado com uma atuação global. Isso traz uma incrível expertise mundial.  Já no Brasil, a grande maioria das empresas pensam no marketing digital apenas para o mercado Interno.

Close Bitnami banner
Bitnami