+55 11 3198 6122 Bandeira Brasil     +351 308 813 019 Bandeira Portugal
Espanha Reino Unido
Banner image

Pesquisa aponta M-commerce crescendo 300% em relação ao e-commerce

  • Blog
  • Blog detalhes

O crescimento do Mobile-commerce

O m-commerce (mobile commerce) terá um espaço cada vez mais influente no varejo online. Segundo a pesquisa realizada pela Coupofy, empresa que lidera o setor de banco de dados de cupons online, o m-commerce cresce 300% mais veloz do que o e-commerce. O estudo sugere que até o ano de 2016 o consumo por dispositivos móveis irão se elevar em 42%. Já o comércio eletrônico tradicional deve crescer apenas 13%.

Suécia, Noruega, China, Dinamarca e Espanha são as nações que mais crescem quando o assunto é m-commerce. Entretanto, países emergentes como Índia e Taiwan também possuem bons números nessa questão (com 60% de crescimento e que se da à evolução das vendas de smartphones e tablets). O Brasil faz parte dessa lista de emergentes com 10% das compras em dispositivos móveis.

Exemplo em vendas online, a Amazon viu seu m-commerce crescer 100% no ano passado e assumiu a liderança neste segmento. Logo atrás estão Apple e os chineses da Jing Dong Mall.
A categoria que está em primeiro lugar nas vendas é a de TV/computadores/multimídia, com ticket médio de U$212. Na segunda posição estão livros/música/jogos (ticket médio de U$ 198). Já o setor de móveis/utensílios domésticos, com ticket médio equivale a U$ 148, fecham o ranking dos três primeiros.

As análises da Coupofy também mostram os tickets médios por dispositivos, sistemas operacionais e gêneros. A média de valor por compra de tablets é de U$ 132. Já os smartphones têm média de U$ 96, seguidos pelos IOS (com U$ 115) e Android (U$ 100). Fazendo a divisão por gêneros, os homens consomem mais no m-commerce gastando U$ 120, enquanto as mulheres atrás com U$ 96 de média.

Uma forma de justificar esse crescimento é a praticidade. Para atrair mais usuários, criar um aplicativo onde ele possa fazer as compras com poucos cliques e telas é a melhor solução.

Lojas virtuais que ainda não prepararam seu negócio para o uso de dispositivos móveis estão ficando atrás da concorrência. Até 2018 o m-commerce tende a lucrar mais de U$ 600 bilhões mundialmente.

Close Bitnami banner
Bitnami